PEC 534 APROVADA JÁ!!!

PEC 534 APROVADA JÁ!!!

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Guarda Municipal de Paulo Afonso (BA) inicia treinamento prático em uso de armas de fogo para obtenção do porte institucional

Guardas Municipais de Paulo Afonso iniciam parte prática do treinamento para o uso de armas de fogo. Foto: Emerson Silva

Dando continuidade ao processo de treinamento para a obtenção do porte de armas institucional devidamente liberado pela Polícia Federal e seguindo todas as normas da legislação, os Guardas Municipais de Paulo Afonso, iniciaram nesta segunda-feira, 23 de janeiro de 2017, o treinamento prático para uso de armas de fogo.
Lembrando que todos os guardas municipais que estão participando deste treinamento prático participaram obrigatoriamente por avaliação psicológica e foram aprovados para a parte teórica e prática deste treinamento conforme regras descritas na Lei 10.826/03, Decreto-Lei 5.123/04 e das Portarias 23 e 365 da Polícia Federal assim como a Lei 13.022/14 para o porte de armas institucional aos Guardas Municipais.
Após a parte prática desse treinamento os guardas municipais passarão obrigatoriamente por uma avaliação em armamento e tiro, onde cada GCM que for aprovado recebera o devido porte de arma institucional dentro das previsões legais existentes para seu uso.







Texto por Alan Braga

Novos Guardas Municipais de Juazeiro (BA) participam de curso de formação

Começou nesta segunda-feira (23) o curso de formação para os novos Guardas Civis Municipais (GCM) que tomaram posse na última quinta-feira (19/01). O curso, que terá 476h de aulas teóricas e práticas, terminará dia 21 de abril. O conteúdo foi dividido em quatro módulos e segue a matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública.
Neste primeiro dia, os novos guardas foram apresentados a equipe e realizaram uma avaliação diagnóstica sobre Segurança Pública e Direitos Humanos. O objetivo é analisar o conhecimento prévio desses assuntos por parte dos novatos e, assim, direcionar melhor o conteúdo das aulas. Também foi entregue fardamento para os novos guardas.




Fonte: Irislane P. Archeco/CSTT

Acusado de invadir casas e estuprar idosa é preso pela Guarda Municipal de Jacobina (BA)

Jean Lucas Pereira da Silva preso pela Guarda Municipal de Jacobina acusado de arrombar residências e estuprar idosa. Foto: Jacobina Notícias.

Jean Lucas Pereira da Silva, 21 anos, foi preso pela Guarda Municipal na manhã deste domingo, 22, no distrito de Caatinga do Moura, município de Jacobina, sob várias acusações de arrombamentos, espancamento e estupro de uma mulher idosa no mesmo distrito.
De acordo com a Guarda Municipal, após arrombar a fechadura da uma casa, Jean invadiu a residência em Caatinga do Moura e quebrou móveis e depredou vários objetos. Jean também é suspeito de cometer vários furtos e arrombamentos na comunidade. Ele é o principal suspeito de espancar brutalmente uma idosa de aproximadamente 50 anos, e forçá-la a praticar atos sexuais com ele.

O crime

Conforme informações de moradores, à época, a idosa foi amarrada, amordaçada, espancada, estuprada e ainda teve uma orelha arrancada pelo acusado. O crime teria ocorrido ao lado de uma ponte que liga o bairro Coreia, em Caatinga do Moura, e a Praça Rosa Marques. A idosa ficou com o rosto irreconhecível após as agressões.
O suspeito foi preso e encaminhado à Depol de Jacobina, onde foi apresentado ao delegado para que as medidas cabíveis fossem adotadas.

Fonte: Jacobina Notícias

Guardas Municipais de Santo Amaro (BA) denunciam atrasado no pagamento de salários

Em contato com a Federação Baiana das Associações dos Guardas Municipais – FEBAGUAM, os guardas municipais de Santo Amaro comunicaram o não pagamento dos salários dos mesmos referente ao mês de dezembro de 2016, na qual até a data desta terça-feira, 24 de janeiro de 2017, não foi pago aos mesmos.
Na denúncia além de receberem um ínfimo salário mínimo, o que já é ridículo para a atividade de Guarda Municipal para poder atuar prevenindo a violência dando mais segurança à população e protegendo o patrimônio público, os mesmos não recebem adicional de periculosidade, ou seja, os mesmos ariscam suas vidas expostos a todos e qualquer tipo de violência, seja física ou psicológica, e não recebem nenhuma gratificação a mais por isso.
A notícia do fato foi registrado no Ministério Público do Trabalho, onde aguardamos as demais providências.


Fonte: FEBAGUAM

Prefeito de Jacobina (BA) nomeia novo comandante da Guarda Municipal

A Guarda Municipal de Jacobina tem um novo comandante. O prefeito Luciano Pinheiro (DEM) acaba de nomear Marcos Adriano Rocha dos Santos para assumir o comando da GM, em substituição a Jailson Dias dos Santos, que esteve à frente da instituição nos últimos quatro anos.
Marcos Adriano ficará no cargo até que seja realizada uma nova eleição pela União dos Guardas Municipais, quando é eleita uma lista tríplice, cabendo ao prefeito escolher, entre os três nomes mais votados, o novo comandante.
Veja abaixo o decreto de nomeação:


Fonte: Jacobina 24 horas

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Guarda Municipal de Serrinha (BA) entrega a publicação do convênio de porte de arma de fogo

Na manhã desta sexta 20/01, a Guarda Civil Municipal de Serrinha, através do GCM Edinaldo Lisboa, entrega na Departamento da Polícia Federal (SINARM) a publicação do Diário Oficial da União que fala sobre a concessão de convênio de porte de arma de fogo da GCM de Serrinha. Momento em que foi entregue também, toda documentação dos GCMs que já passaram pelo curso, e já estão aptos ao porte. Na oportunidade, foi feito a solicitação de aquisição de armas e munições na 6° Região Militar (Exército), para a possível doação das armas, essa última foi solicitada pela Guarda Municipal da São José dos Pinhais-PR para dá entrada na documentação necessária.

Fonte: Guarda Civil Municipal de Serrinha/BA

Prefeito de Araci (BA) respeita à Lei 13.022 e nomeia comando de carreira para a Guarda Municipal

GCM Cosme nomeado como comandante da Guarda Civil Municipal de Araci. Foto: GCM Araci

Mantendo o respeito à Lei Federal 13.022/14, o Prefeito do Município de Araci, na região do Sisal, na qual renomeou o comando anterior que já era exercido pelo GCM Cosme, que é guarda municipal de carreira e nomeou no dia 10 de janeiro de 2017, para esta a frente da Guarda Municipal de Araci.


Por Alan Braga com informações da Guarda Municipal de Araci/BA

domingo, 22 de janeiro de 2017

Guarda Municipal de Uauá (BA) ajuda a manter a segurança durante os festejos de Poço do Vieira

Guardas Civis Municipais de Uauá realizando patrulhamento durante a festa. Foto GCM Uauá.

Neste sábado a Guarda Civil Municipal de Uauá ajudou a garantir a ordem pública e a segurança de todos durante os festejos da comunidade de Poço do Vieira.
A presença da Guarda Civil Municipal garantiu a tranquilidade na qual os festejos aconteceu sem registros de ocorrências.


Por Alan Braga com informações e foto da Guarda Civil Municipal de Uauá/BA

Guarda Municipal de Serra do Ramalho (BA) detém elementos após praticarem roubos durante os festejos de São Sebastião

Leandro e Rosilvado detidos pela Guarda Civil Municipal após praticarem assaltos usando um simulacro de arma de fogo. Foto GCM Serra do Ramalho.

Na noite dessa sexta, dia 20/01/2017, a Guarda Civil Municipal de Serra do Ramalho capturou dois assaltantes com simulacro de arma de fogo, na festa de São Sebastião na comunidade de Boa Vista. Os dois meliantes de nomes Leandro e Rosilvado, são moradores de Bom Jesus da Lapa e foram até a Agrovila 9 para realizar assaltos. Os mesmo durante os assaltos levaram dois celulares de duas mulheres e fugiram para a comunidade da Boa Vista, onde ao chegarem na comunidade esconderam os celulares e o simulacro da arma de fogo em uma árvore.
A patrulha de serviço da Guarda Civil Municipal percebeu a movimentação estranha e fez a abordagem dos suspeitos. Os mesmos entregaram 1 simulacro de arma de fogo e 2 celulares produtos do assalto. Os dois indivíduos foram conduzidos com o material e apresentados na sede da 24 Coorpin.



Fonte: Guarda Civil Municipal de Serra do Ramalho/BA

Integrantes da FEBAGUAM ministram palestra em Amargosa (BA)

À convite dos Guardas Municipais de Amargosa, nesta sexta-feira, 20/01, os GCM's Alan Braga e Jarbas Pires, integrantes da Federação Baiana das Associações de Guardas Municipais - FEBAGUAM, ministraram uma palestra sobre a Lei 13.022, Corregedoria, Fontes de Recursos e Custeio para Investimentos na Manutenção da Guarda Municipal, Estatuto Próprio e Regimento Interno.
A palestra ocorreu no Espaço do Banco do Nordeste, na Praça do Bosque, na qual estavam presentes guardas municipais de Amargosa, Ubaira e Brejões, o Secretário de Infraestrutura de Amargosa, Gabriel Pereira, Vereadores Paulo Leite e Paulo Rocha, o guarda municipal e vereador em Brejões, Sérgio Souza, e vice - prefeito de Brejões, Sr. Mário.
A palestra teve bastante participação dos presentes com várias perguntas aos palestras, que puderam tirar diversas dúvidas e compartilhar informações e conhecimentos. Na oportunidade também foram apresentados os livros "Desvendando as Guardas Civis Municipais" e "Guarda Municipal e a Proteção do Meio Ambiente" de autoria do GCM Alan Braga, sendo fornecido exemplares aos participantes para fonte de aprimoramento e consulta sobre as Guardas Municipais.

Por GCM Alan Braga
Guarda Civil Municipal de Salvador / BA

Secretário do Conselho Deliberativo da FEBAGUAM

Integrante da Guarda Municipal de Uauá (BA) é nomeado Assessor de Prevenção à Violência

No dia 18/01, o Prefeito Lindomar Dantas já havia nomeado o comandante e o sub da Guarda Municipal de Uauá, sendo ambos de carreira, em obediência à Lei Federal 13.022, e na última sexta-feira, 20/01, outro integrante da GCMU, o GCM Antônio da Silva Santos foi nomeado Assessor Especial da Secretaria de Governo e Prevenção a Violência.
As nomeações são muito positivas para a categoria, uma vez que o assessor irá ser o elo entre o gabinete (atual lotação da Guarda Municipal) e o Comando juntamente com o Sub.
A hierarquia da Guarda Municipal está quase que inteiramente composta por servidores efetivos e de carreira, algo inédito no município de Uauá.
Antônio Silva, como é conhecido pelos demais, é Guarda Municipal desde 2008 e é uma das lideranças que sempre atuou na Associação da categoria e exercia o cargo de Vice-Presidente.
Também compunham a diretoria da entidade, o Comandante Edilson Menezes (2° secretário) e o Subcomandante Francisco Filho (2° tesoureiro). Propositalmente, não existe o cargo de Secretário de Governo, e na vacância do mesmo, quem assume tais atribuições é o Assessor Especial, que tem status de secretário, daí o entusiasmo pelas nomeações. "Já houve muito avanço, mas não havíamos ainda vivido essa experiência, no que tange à Assessoria Especial de Governo e Prevenção à Violência.
A expectativa é de um trabalho em equipe, pois, o grupo sempre lutou pela melhoria da instituição, e agora tem a oportunidade de executar, uma vez que o alcaide tem uma visão positiva sobre a categoria", comentou o presidente da AGMUB, João Nelson Ribeiro.
Os primeiros resultados devem surgir em breve, e a categoria aguarda ansiosa para a cada dia crescer mais.


Fonte: Associação dos Guardas Municipais de Uauá/BA

Guarda Municipal de Alagoinhas (BA) participa de reunião de implantação da ronda de proteção ao menor

Nesta sexta-feira, 20/01, foi realizara uma reunião convocada pelo Coordenador dos Agentes de Proteção à Criança e ao Adolescente da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Alagoinhas, para a elaboração multidisciplinar do Plano de Ação da Ronda de Proteção ao Menor.
As Ações conjuntas serão desenvolvidas no combate à exploração do trabalho e a prostituição infanto-juvenil, com a mobilização de equipes da Polícia Militar, Conselho Tutelar, Guarda Civil Municipal, Corpo de Bombeiros, Semas e Semag. Esses trabalhos atenderão as solicitações da população que denunciam os abusos contra os menores na Cidade de Alagoinhas.


Fonte: Guarda Civil Municipal de Alagoinhas/BA

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Guarda Municipal de Luis Eduardo Magalhães (BA) encontra o corpo de adolescente desaparecida

Na manhã desta quinta-feira, 19, a Guarda Municipal de Luis Eduardo Magalhães (na região oeste da Bahia) recebeu uma informação de um corpo encontrado por um trabalhador rural de nome Edivaldo Góes, em uma vala próximo ao Sítio Vovó Diná, a cerca de 11Km de Luis Eduardo Magalhães.
Segundo informações, Edivaldo, que estava colhendo capim entre as BRs 020 e 242, adentrou a mata e percebeu o corpo da jovem. Rapidamente o lavrador, se deslocou para Cidade de Luís Eduardo Magalhães, acionou uma guarnição da GM e informou o fato. Os guardas municipais se deslocaram até o local, confirmaram a veracidade da informação e acionaram a PM.
Pelo que tudo indica, o corpo é da jovem Jhennefer Barbosa dos Santos, de apenas 15 anos desaparecida desde o último dia 04.
O corpo encontrado tinha marcas de tiros, na cabeça e nas costas. Ainda não se sabe a motivação e os autores do crime.
A família da jovem recebeu via Whats App, há alguns dias, imagens do corpo da adolescente e informações de que o mesmo estaria entre as cidades de LEM e Barreiras.


Fonte: Lem Noticias 

Polícia Militar e Guarda Municipal de Côcos (BA) detém meliantes e recuperam objetos roubados

Guardas Municipais e Policiais Militares com os elementos e objetos roubados que foram recuperados. Foto: GCM Côcos

Nesta quarta-feira, 18 de janeiro de 2017, agentes da Guarda Municipal de Cocos e da Polícia Militar detiveram dois elementos acusados de praticarem diversos furtos a residências e a prédios públicos, sendo recuperados com os mesmos diversos objetos que foram furtados pelos dois elementos.
As guarnições da Polícia Militar e da Guarda Municipal conduziram os elementos para a Delegacia de Polícia local para o registro da ocorrência e demais providências legais.



Por Alan Braga com informações e fotos da Guarda Civil Municipal de Côcos/BA

Traficante é detido em flagrante por Guardas Municipais de Salvador (BA) na região do centro antigo

Drogas e dinheiro apreendido com Marcos Antônio Silva Brás ao ser detido em flagrante por agentes da Guarda Civil Municipal.

Na noite desta quarta-feira, 18 de janeiro de 2017, durante patrulhamento preventivo pelas ruas do Centro Antigo de Salvador, agentes da Guarda Municipal de Salvador lotados no Grupamento de Apoio ao Turista – GAT, identificaram um homem em atitudes suspeitas na Rua Saldanha da Gama, e presenciaram Marco Antônio Silva Brás realizando o tráfico de drogas onde o mesmo estava vendendo drogas a um usuário, na qual foi abordado pela guarnição da Guarda Civil Municipal e detido em flagrante com 28 pedras de crack, um pino de cocaína, E$ 30,00 (trinta reais) em espécie e um celular.
Marcos Antônio foi detido em flagrante pelos Guardas Civis Municipais e conduzido para a Central de Flagrantes para o registro da ocorrências e demais providências legais ficando detido a disposição da justiça.




Por Alan Braga com informações e fotos via Whats App

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Guarda Municipal de Piritiba (BA) encontra criança perdida as margens da BA 052

Na manhã desta quarta-feira, 18 de janeiro de 2017, a Guarda Municipal de Piritiba, sob escala dos plantonistas GCM´s da Silva e Belas foram solicitados por populares que informaram que uma criança que aparentemente estaria perdida, e trafegava pela rodovia BA 052, no trecho que liga a cidade de Piritiba ao distrito de Porto Feliz. Com base nas informações fornecidas por populares, a guarnição da Guarda Municipal se deslocou até o local mencionado encontrarem uma criança de 5 anos, que quando questionado para onde ia sozinho pela estrada disse "vou brincar com meus irmãos em Porto Feliz" os GCM´s solicitaram a equipe do Conselho Tutelar e juntos o trouxeram em segurança, antes de ser entregue aos responsáveis o mesmo recebeu alimentação e atenção dos profissionais envolvidos.
A criança foi entregue na casa de sua avó em um dos bairros da cidade de Piritiba pelos agentes da Guarda Municipal e do Conselho Tutelar.



Por Alan Braga com informações e fotos da Guarda Civil Municipal de Piritiba/BA

Canil da Guarda Municipal: Farejando ações diferenciadas na segurança pública

Canil da Guarda Municipal: Farejando ações diferenciadas na segurança pública

Por Alan Braga

Resumo

Esse texto tem o objetivo de proporcionar e melhor a importância do Canil nas Guardas Municipais em suas diversas atribuições e competências ajudando numa segurança pública mais efetiva e de qualidade. Neste texto é mostrando a importância do Canil, criação oficial deste grupo e modelo de projeto para adaptação para diversas Guardas Municipais.

Palavras-chave: Guarda Municipal, Cães, Prevenção


Atuação da Guarda Municipal em Operações com Cães

O que é um Canil? Qual serventia pode ter um Canil em ações da Guarda Municipal? Como se oficializar um Canil dentro da Guarda Municipal?
O Canil da Guarda Municipal é um dos grupos desta corporação que visa atua em operações especiais assim como em diversas ações de cunho preventivo, educativo e de diversos patrulhamento, busca, salvamentos, resgates, ações de defesa civil, etc., executados pela Guarda Municipal em suas atividades de proteção sistêmica da sociedade, e proporcionando um bem-estar social por meio das ações preventivas e educativas nas comunidades, escolas, hospitais, etc.
Os cães deste grupo especifico da Guarda Municipal além de operações de buscas e varreduras utilizando-se do faro apurado e devidamente treinado do cão com a supervisão do agente da GCM, pode-se também desenvolver ações em programas de prevenção e informação, na qual os cachorros ajudam na aproximação com as crianças de forma lúdica e bastante recreativa, onde os agentes da corporação da Guarda Municipal poderão esta fazendo essa questão educativa e social abordando assuntos relacionados às drogas, violência, proteção ao patrimônio público e etc.
Esses animais do Canil da Guarda Municipal também podem ser muito importante no combate ao tráfico de drogas, em ações próprias da corporação e em ações conjuntas com demais órgãos de segurança pública.
As operações com cães da Guarda Municipal podem inclusive ser empregada em outras situações de ações deflagradas em municípios vizinhos, desde que haja uma parceria oficial entre os municípios e ou as Guardas Municipais circunvizinhas para uma atuação em conjunto em que haja uma necessidade de emprego de um animal devidamente treinado para tais atuações.
A atuação doa agentes da Guarda Municipal nesta área especifica também requer um treinamento direcionado para este trabalho com os cães e aperfeiçoamento continuo para que possam aproveitar com maior eficiência os cães durante as operações e proporcionem mais segurança com a presença deste animal devidamente adaptado as atuações da Guarda Municipal em seu cotidiano e patrulhamento preventivo e ostensivo.


Com ajuda de Glock, cão do Grupamento de Operações com Câes - GOC da Guarda Municipal de Salvador, GCM´s prendem meliantes em flagrante após praticarem assalto na Praça Ana Lúcia Magalhães no bairro da Pituba.


Oficialização do Canil e projeto de criação e implantação


Para se criar de forma oficial o grupo do Canil da Guarda Municipal, sugerimos a Lei de Criação do Canil da Guarda Municipal de Uruguaiana, que oficializa a existência deste grupamento especifico dentro desta corporação como um modelo que pode ser adaptado e aplicado a vários municípios do Brasil, conforme segue abaixo a referida lei:

LEI N.º 4.668 – de 28 de julho de 2016

Oficializa no âmbito do município de Uruguaiana, o Canil da Guarda Municipal de Uruguaiana e dá outras providências.

O PREFEITO MUNICIPAL DE URUGUAIANA: Faço saber, em cumprimento ao disposto no artigo 96, inciso IV, da Lei Orgânica do Município, que a Câmara Municipal de Uruguaiana aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º Fica oficializado o Canil da Guarda Municipal de Uruguaiana, na estrutura administrativa da Prefeitura Municipal de Uruguaiana.
Art. 2º O Canil da Guarda Municipal de Uruguaiana é vinculado a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito – SETRAN.
Art. 3º Para consecução dos objetivos desta Lei, anualmente, a Lei Orçamentária consignará dotação específica para o Canil da Guarda Municipal de Uruguaiana.
Art. 4º O Poder Executivo regulamentará, no que couber, a presente Lei, no prazo de 90 dias.
Art. 5º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Gabinete do Prefeito, em 28 de julho de 2016.
Luiz Augusto Schneider,
Prefeito Municipal.

José Alexandre da Silva Brum,
Secretário Municipal de Administração

Segue abaixo um exemplo de Minuta de Projeto de Criação do Canil da Guarda Municipal de Batatais/SP, que pode ser adaptado e implantado em diversas Guardas Municipais do Brasil como forma de atuação do cão nas atividades policiais das GCM no desenvolvimento de suas atribuições e competências:

PROJETO de CRIAÇÃO
“CANIL DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL”
“G.O.C.”
Grupamento de Operações com Cães

I – APRESENTAÇÃO

“Desde os tempos mais remotos, em todos os países do mundo e em todas as idades da civilização, o cão tem sido sempre o amigo mais fiel do homem. Na antiguidade, como nos tempos modernos, prestou e tem prestado valiosos serviços na vida doméstica, na caça, em missões policiais e nas ações de guerra.”[*]

[*] CAP. PM Carlos Alberto Mercadante – Monografia “A utilização de Cães nas Atividades da Policia Militar” – Centro de Aperfeiçoamento e Estudos Superiores da Policia Militar do Estado de São Paulo, 1987.
Existem registros de que os gregos e romanos já empregavam cães adestrados para combate, os Gauleses utilizavam cães para proteger suas caravanas e auxiliar os sentinelas dos acampamentos; na América Latina os indígenas já utilizavam cães em sua guerra contra os invasores espanhóis; em 1806, ao invadirem a Argentina, as forças britânicas contavam com cães de combate; na Primeira e na Segunda Guerra calcula-se que foram empregados milhares de cães. 
Com o aperfeiçoamento da técnica de adestramento, os cães foram sendo empregados cada vez mais. A cada nova atividade iniciada pela humanidade, logo se percebia o auxilio que o cão poderia prestar. 
Muitos países desenvolveram estudos referentes ao adestramento de cães no combate ao trafico de drogas com resultados altamente positivos, assim como para a prospecção de minérios portadores de enxofre. Nos Estados Unidos, Canadá e Alemanha e em outros paises, o policiamento ostensivo motorizado conta com o auxilio maciço de cães, que auxiliam o policial isolado no patrulhamento de becos, locais ermos, grandes pátios e na identificação e revista de indivíduos e autos suspeitos. 
Os cães podem ser adestrados para muitas ações, entre elas: auxilio as pessoas perdidas, procura de drogas, repressão contra rebeliões em presídios, reintegração de posse, procura de bombas, etc.
Para se ter uma idéia do vasto campo de adestramento canino, temos a seguinte classificação:
1. Adestramento Civil: guarda de rebanho, caça, tração, guia de cegos, companhia, defesa, rastreio, socorro na neve, corrida e espetáculos de diversão pública.
2. Adestramento de Guerra: para presa, para busca, para mensageiro, para rastreio, para pára-quedismo, para vigilância, para detecção de artefatos explosivos, para operações contra guerrilheiros.
3. Adestramento Policial: para patrulhamento, para busca e pessoas perdidas, para busca a marginais, para salvamentos terrestres e aquáticos, para guarda e interdição de locais, para controle de distúrbios civis, para controle de rebeliões em estabelecimentos carcerários, para detecção de narcóticos e explosivos, para policiamento em locais específicos.

II - DIAGNÓSTICO 

Prefeitura Municipal da Estância Turística de Batatais
Prefeito 2005/2012: José Luis Romagnoli – PTB
Vice-prefeito: Eduardo Oliveira – PV
End.: Praça Paulo de Lima Correa, 01
Cep. 14.300-000
Telefone: 3761-2999 - Fax: 3761-5218
Batatais - SP Cidade dos Mais Belos Jardins
Aniversário - 14 de Março (1839)
Área da unidade territorial: 851 Km2
Limites
São José da Bela Vista, Restinga, Franca, Patrocínio Paulista, Altinópolis, Brodowski, Jardinópolis, Sales de Oliveira e Nuporanga.
Acesso Rodoviário
SP - 330 - Via Anhanguera
SP - 334 - Rodovia Cândido Portinari
SP - 351 - Rodovia Altino Arantes

Objetivos
Proporcionar à cidade de Batatais, segurança efetiva e contínua, promovendo ações integradas de prevenção, defesa, proteção ao cidadão, constituída de forma participativa e articulada, visando à convivência cidadã.
Com este programa, busca-se permitir maior segurança à população, através da redução da violência e da criminalidade, oferecendo melhor qualidade de vida; maior envolvimento da comunidade nas ações a serem priorizadas, proporcionando sentido de co-responsabilidade à população e maior fortalecimento dos laços de solidariedade, coletividade e credibilidade no Poder Público.
Buscaremos articular as instituições para garantir que o critério de segurança da cidade e do cidadão sejam considerados nas ações, nas obras e nas parcerias entre os órgãos de segurança e a comunidade; intervir de forma integrada e de caráter preventivo e preditivo, nos ambientes e situações de risco, contribuindo para o exercício dos direitos de cidadania, em especial à população vulnerável a fatores de risco social e de segurança.
Nossa atuação se estende a Guarda Patrimonial, Ronda Escolar, apoio a atividades de outras Secretarias Municipais, rondas a pé e motorizadas em áreas de risco e atendimento à população e operações em apoio à segurança pública, trabalhando integrado com as forças policiais do município.
Para atendimento de demanda por segurança, que apesar de estar em queda, ainda apresenta números preocupantes, as atividades desta Corporação devem ser aperfeiçoadas constantemente, e pensadas a partir de uma metodologia moderna de atendimento as necessidades da população que, por vivenciar ou ter conhecimento diariamente de situações de violência, sentem-se inseguras o tempo todo.
Para atendimento a esta população sensibilizada percebemos a necessidade de passar todo o nosso quadro de servidores por curso de aperfeiçoamento em Mediação de Conflitos, para que os mesmos saibam lidar com situações estressantes e de conflitos sem o abuso da força ou da autoridade, preparando-os de forma mais eficiente para o trabalho comunitário. Após este curso, estaremos oferecendo diversas oficinas à jovens da periferia do Município com a participação ativa dos Guardas Civis. Estas oficinas têm como objetivo principal desenvolver um clima de confiança e respeito entre GCMs e a população jovem do município.
A iniciativa apresentada neste projeto, de criação de um Canil e a prestação do respectivo serviço de segurança com cães adestrados, é mais uma iniciativa da Secretaria para Assuntos de Segurança Pública para atender de forma eficaz as necessidades da população do Município. O município passa dar continuidade a um conjunto de ações planejadas para a área de segurança urbana e prevenção da criminalidade. A realização de ações comunitárias integradas é estratégia fundamental para a consolidação de uma política municipal de segurança pública,articulando-se com as questões de segurança urbana e direitos humanos na cidade. 

III – JUSTIFICATIVA

As Organizações policiais de muitos países utilizam-se de cães adestrados na tarefa de manutenção da ordem publica e garantia dos direitos, tornando-os gentes fundamentais para melhor rendimento das ações policiais.
O emprego de cães adestrados garante a obtenção de policiamento maciço, dinâmico e eficaz, tendo em vista a boa capacidade olfativa, inteligência, força, boa capacidade de memorização, disposição, devoção, docilidade, individualidade e versatilidade destes nossos amigos. Além dessas qualidades, o cão típico da policia se caracteriza por possuir firmeza de caráter, vivacidade, fidelidade e coragem extremada. 
Outras vantagens na utilização de cães no serviço de policiamento:
Proporciona confiança ao seu condutor: o Guarda Civil sabe que pode confiar em seu cão, pois o treinou e conhece suas atitudes, desta forma numa ocorrência policial o cão garante a integridade física do seu condutor, tornando sua ação mais eficiente. 
Garante a dominação de situações graves sem o uso da força ou arma de fogo: nas ações que exigem do policial o uso de meios mais violentos, em resposta a intensidade da agressão, torna-se quase sempre desnecessária a reação utilizando-se de armas de fogo, em virtude do cão responder pela defesa de seu condutor. Por outro lado, temos o delinqüente, que imobilizado pelo animal, sem meios de ação, ficaria impossibilitado de utilizar sua arma contra o policial, na tentativa de fuga. 
Efeito psicológico no controle de multidões: a atuação do cão no controle de grupos ou grandes multidões é conhecido e eficaz. Geralmente os provocadores da confusão não se intimidam com a presença de tropas policiais, mas com a utilização de cães adestrados, a perturbação tende a se diluir pelo esvaziamento da ocorrência. 
Desempenho de atividades especificas: algumas ações realizadas pelos cães não podem ser executadas pelo homem, como por exemplo a utilização de seu olfato. Apenas o cão adestrado pode seguir por muitas horas um delinqüente do qual restou apenas um rastro invisível.Proporciona utilização mais racional dos quadros de GCMs da Corporação: nas diversas atividades de policiamento as qualidade dos cães adestrados possibilitam substituir o trabalho equivalente de diversos homens. 
“Um cão bem adestrado na mão de um policial pode substituir uma arma. 
Quem é que não se intimida ao ver um cão rosnando e mostrando os dentes em sinal de ataque?” 
Alexandre Gaeta. Código de Direito Animal. Madras Editora. 2003. São Paulo

IV – FASES DO PROJETO

Este projeto está dividido em duas fases de implantação: a primeira treinamento dos Guardas Civis e a construção do Canil e a segunda recebimento e adestramento dos cães e inicio das atividades de policiamento com cães. 
1ª Fase 
a) Capacitação dos GCMs condutores (aqueles que trabalharão diretamente com os cães); Inicialmente serão capacitados 06 (seis) Guardas Civis para orientações de como se portar em relação aos animais. Esta orientação é de extrema importância, pois o cão pode se tornar uma arma perigosa se mau manejada, causando sérios acidentes.
b) Capacitação dos GCMs adestradores; Dentre os Guardas Civis que receberem orientação de condução serão escolhidos aqueles com mais empatia, demonstrando maior interação com os animais, para receberem o treinamento de adestramento de cães.
c) Construção das instalações do Canil; O canil será construído para receber inicialmente 06 (seis) animais, contando com as dependências mínimas necessárias, como: Box individual para cada animal, local de descanso, espaço de adestramento, sala de atendimento veterinário, sala de armazenagem de ração, sala de preparação de alimentação, Box de isolamento, bem como salas de recepção e administrativo, banheiros, etc. (Informando que as dependências da antiga FEBEM possuem tais instalações).
2ª Fase
a) Recebimento e adestramento dos cães; Para inicio das atividades de policiamento com cães foram escolhidos as raças: 02 (dois) Cães Pastores Alemães, 02 (dois) Cães Pastores Belgas (Malinois) e 02 (dois) Cães Rottweiller. Esta escolha foi baseada na experiência de outros Canis policiais, como o da Policia Rodoviária Federal, da Policia Militar de São Paulo, da Guarda Civil Metropolitana do Município de São Paulo, da Guarda Civil de Guarulhos, etc. Neste primeiro momento, o adestramento estará voltado para atividades de policiamento a pé, controle de distúrbios e recreação com crianças. Para cada tipo de atividade existe um adestramento especifico e uma raça de cão que pelas características próprias mais se adapta aquela atividade e em conseqüência, recebe melhor e mais rapidamente o adestramento correspondente. Este adestramento consistirá em tornar previsível o comportamento do animal, através de métodos de ensinamento e treinamento que levará em conta seu temperamento, caráter e memória, não permitindo que se torne teimoso, desobediente ou caprichoso. O cão deverá saber mover-se em qualquer terreno, em qualquer circunstância de temperatura e em condições imprevistas de ambiente onde for chamado a agir. Deve defender seu dono com a mesma disposição e empenho, com os quais age se comandado ao ataque, para prender um delinqüente ou contraventor ou impedir uma fuga, prevenindo ainda o perigo, seja qual for a forma em que ele se apresente, defendendo a propriedade com vontade incondicional.
b) Início das atividades de policiamento com cães; Estes cães estarão desenvolvendo suas atividades de policiamento nas escolas, praças e parques públicos e em ações de desapropriação ou reintegração de posse.
*A carga de trabalho exercida pelos cães será a mesma do Guarda Civil que o conduzirá, trabalhando com ele no esquema 12x36 (12 horas de serviço e 36 de descanso). Quando o Guarda Municipal está de folga, o cão também não trabalha.

ALGUMAS MATÉRIAS SOBRE OS CANIS DAS GUARDAS CIVIS MUNICIPAIS:

Patrulhamento com cães traz segurança a pedestres
Guardas fazem patrulhamento em dupla com o cão rottweiler.

Há quatro meses, os pedestres que transitam pela beira-rio, e outros pontos da cidade, estão se sentindo mais seguros. O motivo é a criação do Grupo de Patrulhamento com cães, da Guarda Municipal de Tubarão, em parceria com a Polícia Civil do Estado.
O patrulhamento é feito por guardas treinados do Grupamento de Cães, que atuam em duplas com Rottweiler. A jornada diária de trabalho é de seis horas. Segundo o guarda municipal, Maciel Brognoli o trabalho, é fundamental para inibir a ação de pequenos delitos. “Este tipo de serviço causa sensação de segurança à população. O foco principal dos agentes é o monitoramento das beiras- rio, devido ao grande fluxo de pedestres que transitam realizando atividade física”, explica.
De acordo com a pedestre Viviane Fernandes, que caminha diariamente nos passeios da beira-rio, o grupo está fazendo um ótimo trabalho. ”Antes eu caminhava todos os dias na beira-rio, porém, não me sentia segura. Agora que os guardas municipais estão fazendo o patrulhamento, caminho bem mais segura”, comenta.
Para o secretário de Segurança e Trânsito, João Batista de Andrade, a intenção é proporcionar, por meio da Guarda Municipal, uma nova modalidade de segurança para a cidade. “Percebemos esta necessidade, e está funcionando muito bem, pois a guarda municipal interage ativamente com a população, atendendo seus anseios e principalmente proporcionando mais segurança a todos”, salienta.
Segundo o guarda municipal Ailton Silvano, nesses quatro meses de atuação já foi possível impedir alguns delitos. “Já intervimos em pequenos delitos diversas vezes e com ajuda da população, estamos no caminho certo”, salienta.

Cães da Guarda Municipal auxiliam na segurança da cidade

O Grupamento Independente de Cães (CIG) da Guarda Municipal de Macaé vem se destacando em ações de proteção e repressão e enfrentam, diariamente, horas de muito trabalho e treino na corporação para auxiliar as ações de rua. Além da defesa do patrimônio, o Grupamento atua em diferentes ações.
O GIG é composto por agentes - que trabalham com animais já treinados - e usa técnicas de adestramento na preparação dos cães para operações nas ruas, como em trabalhos para inibir o tráfico de drogas e com a cinoterapia. A proposta do Grupo é treinar os animais para trabalhar junto à população, melhorando a segurança no município. 
Implantado em 2007, o canil da Guarda de Macaé conta atualmente com oito cães - um belga de mallinois, quatro pastores-alemães, dois labradores e um rottweiler. O Grupamento já é reconhecido como modelo pelos agentes da Guarda. 
Cinoterapia:
Outra atividade do CIG são as parcerias com a secretaria de Saúde. Já foram firmadas parcerias com o Centro de Atenção Psicossocial (Capsi) infanto-juvenil, com o Núcleo de Saúde Mental e com a Heterogênese Urbana. O Grupamento faz trabalho de cinoterapia, que é a terapia com cão, usando o animal durante as sessões de análise, devidamente acompanhados de um profissional.
Médicos, psicólogos, assistentes sociais e veterinários acreditam na capacidade desses animais de despertar emoções comunicativas no ser humano, facilitando o processo de autoconhecimento. A cinoterapia é indicada no tratamento de crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais. O tratamento faz com que eles interajam com os animais e com outras pessoas, desenvolvendo o raciocínio e a coordenação motora.
Para o secretario de Ordem Pública e diretor-presidente da Guarda Municipal de Macaé, Antônio Franco, o cão se mostra como uma ferramenta de trabalho, sempre fiel e incapaz de ser corrompido. “Esse é um patrimônio que devemos defender a qualquer custo. Os cães são capazes de identificar armas, explosivos, pessoas desaparecidas, entorpecentes. Além do laço de carinho e afinidade com crianças da nossa rede escolar ou até mesmo crianças portadoras de necessidades especiais”, disse.
De acordo com o gerente do CIG, GM Eugênio Bezerra, os animais estão preparados para reagir caso alguém ataque o guarda ou tente fugir, mas sempre sob comando. O gerente Bezerra informou que o policiamento ostensivo com cães é realizado em apoio às demais Unidades Policiais Militares e Civis, no âmbito de todo o município. Os cães são usados principalmente no policiamento em praças públicas e desportivas, ações de Controle de Distúrbios Civis e Operações de Faro na busca de entorpecentes, em apoio às polícias, busca de pessoas desaparecidas e cadáveres em apoio ao Corpo de Bombeiros.
Os adestradores destacam que a vantagem do cão é que ele atua em operações de ronda como um importante auxílio em abordagens e perseguições. Também lembram que a presença do animal causa um grande impacto psicológico ao suspeito. 

Guarda Municipal promove terapia com cães Sexta-feira, 17 de Abril de 2009.

A Guarda Municipal inicia nesta sexta-feira o projeto social Cinoterapia na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae-Rio), em Benfica. O evento marca a ampliação do programa que, além de idosos, passará a atender também crianças com deficiências físicas e mentais. Durante seis meses, sempre às sextas-feiras, das 10h às 12h, quarenta e cinco crianças, divididas em três grupos, estarão interagindo com os cães especialmente selecionados no Grupamento de Cães de Guarda da GM-Rio. Realizado desde 2005, o projeto auxilia no tratamento médico de pessoas que sofrem de distúrbios mentais, físicos e afetivos, além de estimular o aprendizado das crianças. Explorando o afeto proporcionado pelo cão, a Cinoterapia é empregada em diversas áreas - como psicologia, psiquiatria, fonoaudiologia e fisioterapia – para melhorar a auto-estima, a interação social e até o sistema imu-nológico de pacientes.
(JB Online) 

Canil da Guarda Municipal sagra-se campeão durante torneio realizado em Araruama

A perfeita sintonia entre o homem e o animal, o profissional de segurança pública que atua junto ao Canil da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) e o cão trabalhador, foi destaque – e grande merecedor de aplausos – durante a realização do II Torneio de Cães de Guarda e inauguração do Canil da Guarda Municipal, que aconteceu na sexta-feira (24), no Parque de Exposições Manoel Marinho Leão, cidade de Araruama (Rio de Janeiro). Além da Guarda Municipal deste município – anfitrião do certame - também estiveram presentes as Corporações do Rio de Janeiro e Maricá; Grupamento de Fuzileiros Navais; 7º e 12º Batalhão da Polícia Militar; Batalhão de Guarda do Exército Brasileiro; Companhia de Polícia de Tropa de Reforço e Polícia do Exército com a participação dos cães de guerra. Graças ao apoio e investimentos da atual Administração, por meio da Secretaria Municipal da Casa Civil , a equipe do Canil da Guarda Municipal de Jundiaí (convidada especialmente para o Torneio) mostrou mais uma vez o porquê de ser considerada uma importante referência em todo o Estado de São Paulo, modelo de comando, estrutura, disciplina, com resultados alcançados plenamente satisfatórios durante ações desenvolvidos junto à comunidade, visando o seu bem-estar.
Coordenados pelo subinspetor Ferigato – responsável pelo Canil da Corporação – os GMs Daniel, Delgemo, Carobeli e a GMF Sulamita, conduzindo os rotweillers Apolo e Adrian, participaram de provas básicas com o objetivo de promover um melhor emprego de cães utilizados no policiamento ostensivo, onde são necessários animais com bom temperamento, adestramento e controle, qualificando cães e seus respectivos adestradores, a partir da capacidade do animal de assimilar o aprendizado para o trabalho, bem como a sua índole, caráter e temperamento, avaliando-se em seguida sua defesa, coragem e controle.
As provas foram divididas em cinco etapas, incluindo Obediência Básica Dentro do Circuito; Distração; Abordagem e Revista de Indivíduo sem Reação do Animal; Revista no Biombo sem Reação do Figurante e Lançado do animal com Mordida do Figurante.
Na classificação final, em provas individuais, 1º lugar para o GM Daniel com o cão Apolo e 3º lugar para o GM Delgemo com o cão Adrian, ambos do Canil da GMJ. E nas provas por equipe, também 1º lugar para o Canil da Guarda Municipal de Jundiaí. Para o subinspetor Ferigato, a participação foi muito proveitosa e gratificante.“O prefeito André Luiz Mônica e Silva, acompanhado do secretário municipal de Segurança e Ordem Pública, major Marco Vollmer, fez questão de nos recepcionar - segundo ele, “para conhecer a renomada instituição”, interessado em saber mais sobre a Guarda Municipal de Jundiaí, o trabalho desenvolvido ao longo de quase seis décadas, e o Canil. Este é o segundo ano que participamos do certame e a cada edição superamos as expectativas; durante o encontro, o prefeito solicitou-nos informações sobre a legislação vigente na GMJ para que possa servir de modelo na reformulação da Corporação de Araruama. Além disso, o Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro já formalizou o convite para que possamos participar de uma competição que acontece em outubro: é o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido.” 

TRAFICANTE É PRESO PELA GUARDA MUNICIPAL DE VALINHOS 

Em policiamento os Guardas Municipais de Valinhos, depararam com um homem de 47 anos dentro de um veículo, que ao avistar a viatura da GM tentou evadir-se em alta velocidade, com apoio das demais viaturas, o homem acabou cercado e mesmo assim tentou fuga a pé e foi contido pelo cão do Canil da GM. 
Com ele foi encontrado um papelote de Crak, indagado ao mesmo aonde tinha comprado, o mesmo informou o local. Com o apoio de outras viaturas, deslocaram até o local, onde lograram êxito e detiveram em flagrante um rapaz de 25 anos, com o indiciado foram encontrados (07) sete tabletes de maconha e (40) papelotes de Crak.  Encaminhado ao Distrito Policial, o rapaz foi indiciado por Tráfico de Drogas e conduzido ao Presídio em Campinas.

Cão da GM encontra 7 toneladas de maconha em caminhão 
Droga estava sob uma carga de madeira

Um cão farejador da Guarda Municipal de Jundiaí encontrou sete toneladas de maconha na carroceria de um caminhão abandonado no km 11 da Rodovia Romildo Prado, que liga Louveira a Itatiba, neste sábado (2).No momento em que a Polícia Rodoviária de Itatiba encontrou o veículo, não havia ninguém na cabine. Como as chaves estavam no contato, por medida de segurança, o caminhão foi removido até o posto rodoviário.
A maconha estava escondida sob uma carga de madeira. A Polícia ainda não decidiu se enviará a droga encontrada para o Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) ou para o plantão polícia em Itatiba. Ninguém foi preso. 
Cães da GCM de Diadema recebem treinamento.

Três cães da Guarda Civil Municipal de Diadema começaram a receber treinamento com um instrutor de operações especiais norte-americanos a partir deste sábado (25/04), no Centro de Treinamento e Adestramento Aricanduva.

O curso, intitulado Police K9, tem duração de três dias e conta com a participação de 13 cães e 40 alunos das polícias Militar e Federal e GCMs da Argentina, Chile e Brasil.O treinamento visa aprimorar a qualidade dos serviços realizados pela GCM de Diadema que, desde junho de 2008, utiliza cães em suas atividades. Atualmente, o canil da Guarda conta com cinco cães utilizados para faro de drogas, resgate de vítimas e patrulhamento. Os cães selecionados, um pastor alemão, um pastor belga de Malinois e um labrador, receberão treinamento em faro de droga e explosivo, obediência tática de polícia e trabalho avançado de proteção para cães militares. 

GM de Jundiaí participa de programa holandês para treinamento de cães de polícia 

Com o objetivo de aprimorar os conhecimentos para a utilização de cães no trabalho policial, o guarda municipal Durval Fernandes Araujo, que faz parte do Canil da Guarda Municipal de Jundiaí, esteve recentemente na cidade de Ipiúna (interior de São Paulo). Lá, Durval participou pela 6ª vez do Programa Holandês para Treinamento de Cães de Polícia (KNPV), ministrado por Patrick Bijman, que reuniu nesta edição agentes da Marinha, Exército, Aeronáutica, Canil da Polícia Militar de São Paulo e de outras regiões, entre elas Jundiaí. O GM Araujo atua há 14 anos na Guarda Municipal de Jundiaí, sendo os seis últimos dedicados ao canil como adestrador e condutor. Ele destaca que o KNPV (originariamente Koninklijke Nederlandse Politiehond Vereniging) foi criado pela Associação Real Holandesa de cães de polícia, em 1º de novembro de 1907, na cidade de Roosendaal am Noord-Brabant, nos Países Baixos. Essa entidade surgiu para agrupar pessoas que adestravam seus cães e atender às necessidades de treinamento de cães policiais. “No início, várias raças eram usadas para o trabalho policial”, disse o GM Araújo. “Nos primeiros 25 anos de existência do programa, uma quantidade limitada de animais recebia o título da KNPV. Os cães mais utilizados eram os pastores holandeses, alemães, dobermans, greendales, bouviers e malinois, como o Yan, um pastor belga de dois anos que utilizo há sete meses no canil”, explicou. As características deste animal e sua performance são muito interessantes e os registros indicam que na Europa um cão da raça Malinois pode cumprir até 14 anos de trabalho. O Programa de Cães de Polícia desenvolve vários exercícios, os quais condutor e animal devem realizar. Na fase 1 (triagem – Categoria 1) são observadas as ações: estar junto na guia, sem guia, sem guia acompanhando uma bicicleta, sentado fora da visão do treinador, recusa de alimento jogado ou encontrado no chão, não latir ao ouvir tiros, saltos, pulos, maneiras de procurar e rever e ainda obediência básica e controle do cão. Já, na Categoria 2 são observadas ações como nado do animal, obediência aos comandos do treinador, rapidez, nado em linha para cruzar de um ponto a outro. O mesmo se aplica à captura de um objeto que, uma vez localizado, deve ser trazido de volta para o treinador. A Categoria 3 reúne as ações de ataque. Segundo o GM Durval, o programa KNPV ainda é desconhecido por muitos, porém, necessário e importante. “Os cães são, em sua grande maioria, sociais. Só atacam com a ordem do adestrador ou condutor, sem que se torne um cão agressivo. 

Cães da Guarda Civil ajudam em julgamento de quadrilha 

Eles colaboraram com a segurança a pedido do juiz de Conchal  A Guarda Civil de Rio Claro colaborou nesta sexta-feira (12) com a Justiça de Conchal. A partir de solicitação de Juiz do município vizinho, três cães do canil da GCM local, conduzidos por quatro guardas, ajudaram a fazer a segurança durante o julgamento de integrantes de uma quadrilha. O pedido foi feito devido à boa repercussão que o trabalho com o canil da corporação rio-clarense vem obtendo em toda a região. 
Além das atividades de campo propriamente ditas, a Guarda Civil vem sendo convidada a dar palestras a empresas sobre como evitar situações de risco envolvendo cães. Mogi-guaçu, São João da Boa Vista, Tatuí, Itanhaém são algumas das cidades visitadas. Além disso, no início de maio dois representantes da Guarda Municipal de Araras realizaram curso com enfoque nas atividades do canil. A idéia do intercâmbio com Rio Claro partiu da GM ararense, que solicitou a troca de experiências com a corporação rio-clarense.
O canil da Guarda Civil de Rio Claro tem três cães de policiamento - um rottweiler e dois pastores alemães - e mais um da raça golden retriever para detectar entorpecentes. Os quatro são utilizados diariamente em rondas e em apoio à Polícia Civil, sempre com resultados bastante efetivos segundo a GCM rio-clarense. 

Áreas onde o G.O.C. poderá atuar:

Cachoeira dos Batatais
Com exuberante vegetação, piscinas semi-naturais, play-ground, sanitários, vestiários, lanchonete, área de camping e estacionamento.

Bosque Municipal
Tem uma grande área verde com eucaliptos e variedades de plantas e flores ornamentais recanto de lazer, pista de cooper, campo de bocha, área de piquenique e lanchonete. Localizado na Av. da Saudade, s/n.

Parque Náutico
Parque com cachoeira (como Represa de Cachoeira), piscinas semi-naturais, exuberante vegetação, Possui infra-estrutura Turística, Localiza-se na Av. Jorge João Mansur.

Lago Artificial de Batatais
Lago artificial cercado de plantas, possui zoológico, reserva natural de plantas, calçadão para prática de ciclismo, caminhadas ou cooper. 

Praça da Igreja Matriz e Área Central
Sua forma atual foi iniciada em 1928, sob a direção do arquiteto italiano Júlio Latini em estilo neo-clássico, que contratou o engenheiro e arquiteto italiano Carlos Zamboni para execução da obra. Foi concluída em 1953, e no seu interior podemos encontrar grande números de pintura de Portinari.Os vitrais da Igreja são de autoria de Conrado Sorgenicht Filho, constituindo-se de 48 vitrais de grande dimensão com refinada técnica na distribuição de cores.O destaque especial é o altar-mor, verdadeiro monumento à iconografia universal do Senhor Bom Jesus da Cana Verde, pintada por Cândido Portinari, assim como um acervo de 21 telas. A Igreja Matriz é visitada por turistas da região, capital e exterior. Está em processo de tombamento pelo CONDEPHAAT.

Praça Cônego Joaquim Alves
Fone: (16) 3761-2489

Enviado: Lucas Toffetti Dias


Conclusão

Este grupo pode se tornar um grande diferencial para as guardas municipais, ajudando tanto em operações preventivas, educativas, sociais, de defesa civil, de busca, salvamento e resgate como em ações mais ostensivas como de combate ao tráfico de drogas, armas, munições, contrabandos.
Um animal devidamente bem treinado pode ser extremamente essencial para o fortalecimento das atividades de segurança pública desenvolvidas pelas Guardas Municipais em detrimento de suas atribuições e competências.


Referências

Lei Municipal nº 4.668 de 28 de julho de 2016. Oficializa no âmbito do município de Uruguaiana, o Canil da Guarda Municipal de Uruguaiana e dá outras providências. Disponível em <file:///C:/Users/Alan%20Braga/Downloads/Lei%20no%204.668.pdf>. Acesso em 18 jan 2017.

BLOG DO CARLINHOS SILVA. Minuto do Projeto de Criação do Canil de Batatais. Disponível em <http://gcmcarlinhossilva.blogspot.com.br/2010/06/minuta-de-projeto-de-criacao-do-canil.html>. Acesso em 18 jan 2017.

RÁDIO NA JUA. Projeto de lei prevê criação de canil para a Guarda Municipal de Irati. Disponível em <http://radionajua.com.br/noticia/politica/materias-do-legislativo/projeto-de-lei-preve-criacao-de-canil-para-guarda-municipal-de-irati/35217/>. Acesso em 18 jan 2017.

BEM PARANÁ. Novo Canil da Guarda Municipal é entregue no Parque dos Tropeiros. Disponível em <https://www.bemparana.com.br/noticia/457281/novo-canil-da-guarda-municipal-e-entregue-no-parque-dos-tropeiros>. Acesso em 18 jan 2017.


Sobre o Autor

Alan Santos Braga
Guarda Civil Municipal de salvador/BA
Alan Santos Braga
Guarda Civil Municipal de Salvador/BA
Secretário do Conselho Deliberativo da Federação Baiana das Associações de Guardas Municipais – FEBAGUAM
Autor dos livros “Desvendando as Guardas Civis Municipais”, “Guarda Municipal e a Proteção do Meio Ambiente” e “Guarda Municipal e a Ronda Escolar” e de diversos artigos.