PEC 534 APROVADA JÁ!!!

PEC 534 APROVADA JÁ!!!

domingo, 20 de janeiro de 2013

GUARDA MUNICIPAL NA BAHIA, PROFISSÃO DE ALTO RISCO


Estatística inédita no estado revela crescimento do número de assassinato de Guardas Municipais

A Bahia vem se destacando nos últimos anos em termos de mobilização de Guardas Municipais em busca de suas melhorias, estruturação, da organização legal, comando das GM´s e realização de diversos eventos relacionados a segurança pública municipal. Porém infelizmente ultimamente também tem se destacado em outra área: Assassinato de Guardas Municipais. Até então não se tinha dados concretos sobre mortes destes agentes no estado baiano, e a Federação Baiana das Associações dos Guardas Municipais – FEBAGUAM, fez um levantamento pesquisando através de vários sites de notícias deste estado nordestino e conseguiu constatar que nos últimos 3 anos, de 2010 à 2012, teve uma aumento bastante expressivo no número de óbitos por assassinato.
Os motivos são diversos, e os crimes ocorrem tanto em serviço como também fora dele. Mesmo sendo o estado que ainda não possui nenhuma GM oficialmente armada nas ruas, a Bahia conseguiu superar no ano de 2012 o estado de São Paulo, que no segundo trimestre do ano passado teve uma serie crise de violência onde o número de agentes de segurança pública mortos aumentou drasticamente. Enquanto São Paulo registrou 9 (nove) assassinatos de GM´s a Bahia registrou 11 (onze) em 2012.
Aumento de quase 100% em assassinatos de Guardas Municipais no estado da Bahia entre 2011 e 2012

Em 2012 tivemos 11 (onze) Guardas Municipais assassinados na Bahia, nos seguintes municípios:

1.    Itamaraju – 08/02;
2.    Serra do Ramalho – 03/05;
3.    Ibirapitanga 10/05;
4.    Juazeiro – 23/05;
5.    Barreiras – 24/06;
6.    Nova Fátima – 04/07;
7.    Serrinha – 27/07;
8.    Pojuca – 25/08;
9.    Itabuna – 16/11;
10. Alcobaça - 28/11;
11. Uauá – 24/12.

Em 2011 tivemos 6 (seis) Guardas Municipais assassinados na Bahia, nos seguintes municípios:

1.  Itapetinga;
2.   Mata de São João;
3.   Potiraguá;
4.   Salvador;
5.   Capim Grosso;
6.    Ilhéus;

Em 2010 tivemos 1 (um) Guarda Municipal (24/04) assassinado na Bahia, no município de Tucano.
Neste ano de 2013 já começaram a aparecer os primeiros assassinatos de guardas pelo Brasil, o primeiro aconteceu em Recife, onde o guarda municipal de Vitória de Santo Antão/PE que estava visitando familiares foi morto e no segundo caso o guarda municipal de Campos/RJ foi assassinado a facadas dentro de sua residência.  
Recomendamos aos demais colegas que façam um levantamento nos demais estados para que possamos termos maiores dados em relação a mortes de guardas municipais em todo o território brasileiro.

Por GM Alan Braga

Fonte: FEBAGUAM


*obs.: Atualizado às 22:44 hs, do dia 21/01/13, devido a confirmação de mais um assassinato de um guarda municipal no município de Alcobaça, extremo sul baiano, em 2012.

3 Comentários:

FEBAGUAM disse...

Ainda dizem que não precisamos do armamento !!!
Temos que divulgarmos estas informações e buscar a organização e padronização das Guardas Municipais, mostrar que estas instituições podem contribuir bastante em conjunto com as demais para promover a ordem pública e a segurança das cidades.

GM Alan Braga disse...

Esperamos que as autoridades competentes e os gestores municipais possam um dia saber disso e vejam a importância do armamento legal das guardas municipais. Esperemos também que estes índices não piorem e que mais guardas precisem morrem para fazerem ao por nós.

Jurandir Ferreira Rosa disse...

Espero que todas as guardas possam si armar pois corremos o mesmo risco da militar e muitas das vezes atendemos mais ocorrência do que a própria polícia militar.